Secretariar é mais que uma profissão, é uma paixão, é arte




“O que quer que faça, faça com propósito.” JON ACUFF


Ser profissional de Secretariado não é uma escolha fácil, precisa gostar muito do que faz e, acima de tudo, estar em constante aperfeiçoamento.


Infelizmente ainda há uma visão deturpada sobre as atividades exercidas pelo profissional de Secretariado, tanto em algumas organizações pequenas, como na opinião de alguns gestores e até mesmo de profissionais que, por algum motivo, estão desmotivados com as atividades que desenvolvem ou que estão estagnados onde trabalham, sem perspectivas de desenvolvimento profissional.


Essa visão equivocada faz acreditar que a profissão está em decadência, mas para os profissionais que realmente se dedicam e gostam do que fazem, ela está apenas em constante transformação como veremos no decorrer desse texto.


Aquela secretária que apenas servia café, atendia ligações e anotava recados realmente está com seus dias contados. Já a Secretária Executiva atualizada, que busca sempre mais e novos conhecimentos, que é capaz de analisar o ambiente organizacional, identificar necessidades, projetar e executar ações que facilitarão a vida do executivo e/ou da empresa para a qual trabalha nunca se encontrará na linha da extinção.


Os executivos estão cada vez mais ocupados e as empresas mais adeptas a implantação de processos internos, fazendo com que o mercado atual exija profissionais de Secretariado que sejam aptos a desenvolver atividades que vão muito além do que é exigido no cotidiano, além do que é ensinado nas Universidades ou nos cursos técnicos e tecnológicos. Necessitam, mais do que nunca, de profissionais para atuar como verdadeiros facilitadores, que entendam dos processos organizacionais como um todo e participem da integração entre esses processos e os executivos da empresa.


As novas atribuições desse profissional exigem atualização constante para poder executar suas atividades com eficiência e eficácia; sensibilidade para identificar o clima organizacional e racionalidade para conduzir situações tensas sem se envolver emocionalmente.


O (a) secretário (a) possui um diferencial para as organizações. É um profissional que trabalha diariamente com as rotinas da empresa, que deve estar em sintonia com os objetivos e valores do negócio, desenvolvendo competências adquiridas por meio de conhecimentos científicos e práticos e, evidentemente, ocupa um cargo de confiança por estar diretamente ligado e comprometido a dados sigilosos. Além disso, no âmbito institucional, compete identificar-se com a filosofia empresarial, sendo um agente facilitador e colaborador na implantação de mudanças administrativas e políticas. Ele passou a atuar como “parceiro” junto ao executivo e sua equipe.


Esses profissionais também podem exercer papel de agente motivacional nas empresas. Segundo pesquisa realizada por Deborah David dos Santos e publicada na Revista de Ciências Humanas, Viçosa, v. 15, n. 1, p. 145-153, jan./jun. 2015 com o artigo de título ”A secretária executiva como agente motivacional”, os diretores que participaram da pesquisa consideraram que: as Secretárias Executivas podem contribuir com a motivação das equipes, devido a sua proximidade podem perceber melhor o clima da área e junto com a diretoria, agir de forma assertiva para reverter um quadro negativo de clima organizacional e auxiliar nas atividades de integração dos s